A experiência cooperativista tem sido marcante para todos os que a vivenciam. Como resultado, quem ingressa na Sicoob Credicitrus acaba influenciando parentes e amigos a fazerem o mesmo. Isso tem ficado evidente no exemplo de famílias participantes do SOMAR, evento de integração realizado pela Cooperativa, com o objetivo de levar aos cooperados mais conhecimento sobre o cooperativismo, os direitos e deveres que envolve e os benefícios que pode proporcionar a cada associado.

Na edição do SOMAR realizada em Novo Horizonte, SP, vale destacar a participação das cooperadas Maria Rita Felisberto Munaretto e Gisele Biasi de Godoy.

Família Felisberto Munaretto

(Família Felisberto Munaretto)

Maria Rita e seu marido, Marino Luiz Munaretto, ingressaram na Credicitrus quando esta se instalou nesse município, em 2001. Ambos se dedicam ao plantio de cana-de-açúcar e mantêm, nessa área, desde 1986, uma empresa que presta serviços de corte e carregamento. Após terem ingressado na cooperativa, o pai da cooperada, Sr. Joaquim Felisberto Junior – que até então se mantinha cético quanto ao cooperativismo – ao constatar que os serviços da cooperativa eram vantajosos e que o relacionamento com esta era bom, também decidiu associar-se. Ele também cultiva cana-de-açúcar, que fornece para a Usina São José da Estiva. Posteriormente, a filha da cooperada, Marina Felisberto Munaretto, que produz cana-de-açúcar em terras arrendadas em Borborema e Novo Horizonte, também decidiu ingressar na Cooperativa. Desse modo, três gerações da família estão associadas à Sicoob Credicitrus.

Maria Rita declara: “Toda a nossa movimentação financeira está centralizada na Sicoob Credicitrus, não só as das atividades de nossa empresa de prestação de serviços, mas também as de meu pai. Fazemos todos os pagamentos e recebimentos por intermédio da Cooperativa. Com ela também mantemos os seguros de todos os nossos veículos. E, neste caso, além das condições vantajosas que obtivemos, vale destacar a atenção que recebemos, com o pessoal da Cooperativa sempre nos avisando quando os seguros estão para vencer e devem ser renovados. Isso nos deixa muito satisfeitos e tranquilos. A Credicitrus é muito eficiente”.

Família Biasi de Godoy - correta

(Família Biasi de Godoy)

Outro exemplo de família ligada à Sicoob Credicitrus é a da cooperada Gisele Biasi de Godoy. Ela é sócia, juntamente com os irmãos Gino de Biasi Neto e Gilberto de Biasi e a irmã Gláucia Maria de Biasi Cenacchi, da GBF Agropecuária, com sede em Novo Horizonte. A empresa foi fundada por seu pai, o cooperado Gino de Biasi Filho, já falecido, e hoje é administrada em nome de sua viúva, Maria Constância Sepe de Biasi.

A GBF mantém propriedades na região de Novo Horizonte, nas quais cultiva cana-de-açúcar; em Cassilândia, MS, onde se dedica à pecuária de corte; e em Santana do Araguaia, PA, onde cultiva teca, espécie florestal muito apreciada pela qualidade de sua madeira.

Gisele, que nas atividades rurais tem o apoio direto de seus dois filhos, ambos engenheiros agrônomos, conta que é associada à Sicoob Credicitrus desde que esta se instalou em Novo Horizonte: “Desde então, fomos transferindo nossas movimentações financeiras para a Cooperativa, incluindo pagamentos de fornecedores e empregados, recebimentos e operações de crédito rural de custeio e investimento”. E acrescenta: “Estamos muito satisfeitos com o relacionamento mantido com a equipe da Sicoob Credicitrus. É ótimo. Sempre que necessitamos, recorremos à Cooperativa e somos atendidos em tudo com rapidez”.

Escrito por sicoobcredicitrus

Deixe uma resposta