Logo_Evento_Cooperativismo_ALT01-Cinza01-(002)

Encontro com 300 participantes aconteceu no dia 21 de novembro em Bebedouro (SP), com palestras de lideranças e representantes do Banco Central, OCESP, Sicoob, Bancoob, Credicitrus e Thymus Branding para debater o crescimento do cooperativismo financeiro.


A Sicoob Credicitrus, maior cooperativa de crédito do país com 81.613 mil cooperados e ativos totais de R$ 5,4 bilhões em outubro de 2017, promoveu no dia 21 de novembro, em Bebedouro (SP), onde está localizada sua sede, um evento nacional para discutir o crescimento e a importância do cooperativismo de crédito para a retomada da economia, intitulado “O Poder do Cooperativismo – Nosso Momento é Agora”. O encontro reuniu cerca de 300 participantes e os principais órgãos, lideranças e especialistas do tema no país em palestras e debates complementares.

“O sistema cooperativo de crédito no Brasil detém apenas 4% do mercado mas vem crescendo e tem como meta atingir em poucos anos a marca de 10 milhões de cooperados”, afirma Marcos Lourenço Santin, Vice-presidente do Conselho de Administração da Sicoob Credicitrus. Por isso, a instituição convidou alguns dos principais agentes do cooperativismo de crédito para discutir o cenário e suas tendências, entre eles Banco Central, OCESP, Bancoob e Sicoob. O sistema é uma alternativa aos bancos tradicionais e oferece a seus associados acesso aos principais produtos e serviços financeiros com vantagens como juros mais baratos e economia em tarifas.

A abertura do evento foi realizada por Marcos Lourenço Santin, seguido por Marcelo Martins, diretor de TI da Sicoob Credicitrus, que fez uma apresentação geral da cooperativa. Na sequência, Henrique Castilhano Villares, presidente do Sicoob, maior sistema financeiro cooperativo do Brasil com cerca de 3,7 milhões de associados, ministrou palestra sobre as experiências de intercooperação que favorecem o crescimento do cooperativismo nacional.

A programação seguiu com a apresentação de Marco Aurélio Almada, presidente do Bancoob – Banco Cooperativo do Brasil, criado em 1996, trazendo como tema o poder do cooperativismo no atual cenário, indicadores do cooperativismo financeiro, tendência de crescimento e comparativo com bancos e com os sistemas financeiros internacionais. Depois, Edivaldo del Grande, presidente da OCESP – Organização das Cooperativas do Estado de São Paulo, fundada em 1970, falou a respeito da importância da educação intercooperativa e experiências de educação.

Após um intervalo houve duas apresentações de representantes do Bacen (Banco Central): Cláudio Moreira, do Departamento de Regulação, Supervisão e Controle das Operações de Crédito Rural e do Proagro-Derop, falou a respeito do crédito rural para cooperativas; e Harold Paquete Espínola Filho, do Departamento de Supervisão de Cooperativas e de Instituições não Bancárias (Desuc), dando a visão do Bacen sobre o crescimento das cooperativas de crédito.

Para finalizar o temário do encontro, o consultor Ricardo Guimarães, presidente fundador da Thymus Branding, focou sua fala no cooperativismo de crédito, nos benefícios da intercooperação e na importância da interdependência.

Dirigido a empresas e profissionais interessados no cooperativismo, cooperados, autoridades e lideranças setoriais convidados, o evento pretende ser um marco na expansão desse setor, que alcança até 25% do mercado financeiro em alguns países desenvolvidos. A Sicoob Credicitrus, com 34 anos de atividades e rating A3, vem crescendo em São Paulo e no Triângulo Mineiro, totalizando 60 filiais, além de patrimônio líquido de R$ 1,3 bilhão, operações de crédito de R$ 2,5 bilhões e depósitos à vista, a prazo e LCA de R$ 3 bilhões, de acordo com balanço de outubro de 2017.

CONHEÇA OS PALESTRANTES

 marcosMarcos Lourenço Santin

Vice-presidente do Conselho de Administração da Sicoob Credicitrus. Membro do Conselho de Administração nos dois últimos mandatos, desde 2006. Cooperado desde 1985​.

 

marcelo

Marcelo Martins

Graduado e pós-graduado em Processamento de Dados. Ingressou na Credicitrus em 1986, como auxiliar de escritório. Em 1993, com o cargo de programador, foi o primeiro funcionário daquela que se tornaria a área de TI. Após sucessivas promoções chegou, em 2012, a gerente geral. Marcelo fez parte da equipe que em 2002 desenvolveu o Sis-BR, o sistema de informática do Sicoob, que foi implantado de forma pioneira na Sicoob Credicitrus.​​

 

herique

Henrique Castilhano Vilares 

É natural de Jardinópolis (SP). Formou-se em Zootecnia pela Universidade de São Paulo (USP), com pós-graduações em Economia de Empresas com ênfase em Cooperativismo, pela Fundace/FEA-USP, e MBA em Mercado Financeiro, pela FGV/Unicoc. É cooperado do Sicoob Crediconai desde 1994, já tendo ocupado os cargos de conselheiro fiscal, membro vogal do Conselho de Administração, diretor de Crédito e, desde 2003, diretor-presidente. Ocupa, ainda, o cargo de diretor-presidente da Cooperativa Central de Crédito do Estado de São Paulo (Sicoob São Paulo), na qual foi membro vogal do Conselho de Administração (2004 a 2007) e diretor operacional (2007 a 2010). No Bancoob, foi do Conselho Fiscal nos mandatos de 2011 e 2012. Também fez parte dos conselhos de Administração (como conselheiro vogal) e Fiscal do Sicoob Confederação. Atualmente, também preside o Conselho de Administração do Bancoob.

 

almada

Marco Aurélio B. de Almada Abreu

Marco Aurélio Almada é administrador de empresas, com MBA Executivo em Finanças pelo IBMEC. Cursou especializações em Gestão Estratégica de Custos pela Oklahoma Baptist University, nos EUA, e Monitoria e Avaliação de Projetos pela Inwent, na Alemanha. Com mais de 30 anos de atividade profissional, foi superintendente da Confederação Nacional do Sicoob e diretor do Fundo Garantidor do Sicoob (FGS). Preside o conselho deliberativo da Fundação Sicoob de Previdência Privada (Sicoob Previ) e, desde março de 2009, é diretor-presidente do Banco Cooperativo do Brasil (Bancoob).

 

ricardo

Ricardo Guimarães

Presidente da Thymus Branding desde 1998. A história profissional de Ricardo é pautada pela definição de “Comunicação como exercício de identidade”, o que o levou a criar a Thymus como uma consultoria estratégica para empresas que atuam em cenários em constante mudança e, portanto, têm suas identidades e perenidade colocadas em risco. Tem apoiado cases consistentes no mercado, tais como Vivo, Natura, que é case study na London Business School e Banco Real, que é case study na Harvard University. É membro do Conselho da FNQ – Fundação Nacional da Qualidade; fundador e membro do conselho da RAPS – Rede de Ação Política pela Sustentabilidade; fundador e membro do conselho do Instituto ATA – Gastronomia e Sustentabilidade. Co-autor dos livros “Gestão Integrada dos Ativos Intangíveis” e “Liderança Baseada em Valores – caminhos para a ação em cenários complexos e imprevisíveis”.

 

delgrande_ocesp

Edivaldo Del Grande

Há mais de 20 anos atua como dirigente de organizações cooperativistas de abrangência local, estadual e nacional; é empresário rural no interior de São Paulo há mais de 30 anos.

1996-1997 – Vice-Presidente da Cooperativa dos Cafeicultores da Média Sorocabana (Coopermota)

1998-2006 – Presidente da Cooperativa dos Cafeicultores da Média Sorocabana (Coopermota)

2003-2006 – Diretor do Ramo Agropecuário da Organização das Cooperativas do Estado de SP (Ocesp)

2006 até hoje – Presidente da Organização das Cooperativas do Estado de SP (Ocesp)

2006 até hoje – Presidente do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de SP (Sescoop/SP)

2008 até hoje – Presidente da Federação dos Sindicatos de Cooperativas no Estado de SP (Fescoop)

2008-2012 – Conselheiro do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop)

2010-2014 – Diretor-Conselheiro da Cooperativa de Crédito Rural de Cândido Mota (Credimota)

2012 até hoje – Diretor representante da Região Sudeste na Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB)

Desde 2007 é diretor do Departamento de Agronegócio (Deagro) e membro do Conselho Superior do Agronegócio (Cosag), órgãos ligados à Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

É produtor-empresário rural da região Oeste do Estado de São Paulo nas culturas de milho, soja e cana-de-açúcar.

Sócio-cooperado das cooperativas agropecuárias Coopermota (desde 1989), Camda (desde 2014) e Coopercitrus (desde 2016); das cooperativas de crédito Credimota (desde 1999) e Credicitrus (desde 2008); da cooperativa de eletrificação rural Cerpal (desde 1994); e da cooperativa de consumo Coop (desde 2009).

Harold Paquete Espínola Filho

Representante do BACEN, Chefe do DESUC – Departamento de Supervisão de Cooperativas e de instituições não bancárias.

 

Cláudio F. P. Moreira

Representante do BACEN, Chefe de Unidade DEROP – Departamento de Regulação, Supervisão e Controle das operações de Crédito Rural e do Proagro.

Save_date_Programacao_v2

 

 

Logo_Evento_Cooperativismo_ALT01-Cinza01-(002)

Grafismo_cooperativismo

 

 

Escrito por sicoobcredicitrus

Deixe uma resposta