Chikao Nishimura

Chikao Nishimura, membro do Conselho do Grupo Jacto, sediado em Pompéia, SP, e diretor do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP), em Marília, SP, levantou os principais fatores que têm feito desse conglomerado empresarial, que em 2018 completa 70 anos, um dos mais inovadores do Brasil na área de máquinas e equipamentos agrícolas.

A Jacto é tradicional cooperada da Sicoob Credicitrus, da qual é forte parceira comercial – a Cooperativa financia em condições especiais os equipamentos da empresa comercializados pela Coopercitrus. Chikao, por sua vez, é um admirador confesso do modelo de negócios cooperativo, e há similaridades na visão das duas organizações quanto à transparência na comunicação e à valorização das pessoas.

Gente

Chikao confirma que o espírito inovador está no DNA da empresa: no desenvolvimento tecnológico dos seus produtos, na valorização do ser humano e na comunicação (“mais ouvindo do que falando, para entender as necessidades de cada um”).  Acentua que a Jacto busca efetuar uma gestão cliente por cliente, ao mesmo tempo lidando com informações em enormes quantidades (os chamados big data).

No que se refere à gestão individualizada, a informática está possibilitando que um equipamento adquirido por um agricultor russo, por exemplo, seja monitorado durante sua vida útil.  É algo que deve tornar-se rotina no futuro e se completa com recursos avançados, como o Info Guide Jacto, aplicativo para dispositivos móveis, que oferece informações detalhadas sobre os produtos da empresa.

Educação

Para atender a essa evolução, uma das principais preocupações da Jacto está na educação, por meio da Fundação Shunji Nishimura de Tecnologia (FSNT), que atua da educação básica aos ensinos técnico e superior. Além do tradicional Colégio Shunji Nishimura, fundado em 1988, que forma técnicos agrícolas, a FSNT mantém a escola do Senai e a FATEC de Pompeia, ambas levando o nome do fundador do Grupo.

A FATEC é a única unidade do Centro Paula Souza, responsável pelo ensino técnico público de São Paulo, constituída por meio de uma parceria público-privada. Merecem menção dois de seus cursos, ambos pioneiros:  “Big Data no Agronegócio” e “Mecanização em Agricultura de Precisão”.

Rapidez de reação

Chikao reforça a importância da comunicação: “Hoje tudo se concentra aqui”. Aquilo que não for comunicado, promovido ou alertado por esse meio acabará se perdendo, diz ele: “Para muitos, pode parecer o futuro, mas é o presente. O xis da questão é a velocidade de reação”.

Escrito por sicoobcredicitrus

Deixe uma resposta