shutterstock_46983343

No dia 5 de junho de 1972, teve início em Estocolmo, na Suécia, a primeira grande reunião de chefes de estado para discutir as questões relacionadas ao impacto das atividades humanas sobre o meio ambiente. Esse encontro, organizado pela ONU, com 10 dias de duração, 113 chefes de estado presentes, além de representantes de mais de 400 organizações governamentais e do terceiro setor, passou a ser conhecido como Conferência de Estocolmo. Foi um marco histórico, a partir do qual evoluiu o conceito de sustentabilidade, significando a busca do equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e social e seus reflexos ambientais.

A partir da Conferência de Estocolmo, 5 de junho passou a ser o Dia Mundial do Meio Ambiente. Neste ano, a celebração tem como tema “Acabe com a poluição plástica”. O objetivo da ONU é convocar a sociedade para reduzir a produção e o consumo excessivo de produtos plásticos descartáveis. Ao mesmo tempo, soma esforços à campanha “Mares limpos”, que combate o descarte de lixo no mar, um problema que vem crescendo continuamente e cujas perspectivas são assustadoras: se nada for feito para solucioná-lo, em 2050 haverá mais plástico do que peixes nos oceanos.

Sustentabilidade é marcante na Credicitrus

A sustentabilidade está presente nas preocupações da Credicitrus desde sua fundação e se manifesta em diferentes ações, a começar por suas instalações físicas e em especial por sua sede, situada em Bebedouro, SP. Este moderno edifício, inaugurado em novembro de 2013, recebeu dois altos reconhecimentos, um nacional, o selo AQUA (Alta Qualidade Ambiental), e outro internacional, o selo HQA (Haute Qualité Environmental). E, dentre as manifestações mais recentes dessa preocupação, está a criação da linha de crédito especial para financiar a instalação de tecnologia fotovoltaica – captação e conversão direta da radiação do sol em energia elétrica, uma fonte limpa e inesgotável, que preserva o meio ambiente.

Escrito por sicoobcredicitrus

Deixe uma resposta