8U6A6737

O cooperado Antônio Carlos Piai, de Colina, decidiu mudar de vida há 18 anos: depois de uma carreira profissional na CPFL, adquiriu a Drogaria São José, estabelecimento conceituado na cidade e então com 22 anos de existência. Há aproximadamente cinco anos, quando a Credicitrus se tornou cooperativa de livre admissão, associou-se e filiou a empresa. E agora, após ter participado em sua cidade do programa “1.000 Cooperados Empreendedores” (curso encerrado em 22 de junho), afirma que sua empresa ingressará em uma nova fase.

O relacionamento de Piai com a Credicitrus é próximo. Como pessoa física, mantém conta corrente, cartão de crédito e débito, já fez financiamentos e contratou seguros, além de ser um assíduo participante das assembleias da Cooperativa. E seu filho e suas duas filhas, para os quais transferiu o comando da empresa, também são cooperados.

Como pessoa jurídica, seu contato com a Credicitrus é diário: emite boletos, efetua recebimentos com cartão apenas com a máquina Sipag e, com apoio da Cooperativa, mantém convênios de fornecimento de medicamentos para funcionários da Usina Guarani, do Grupo Daher e da Prefeitura Municipal de Colina.

O programa “1.000 Cooperados Empreendedores” foi muito motivador para ele: “Essa iniciativa da Cooperativa merece todos os elogios. Com o tempo, a gente tende a se acomodar. Por isso, a experiência de ter participado desse curso foi muito boa, pois nos permitiu conhecer instrumentos e técnicas que já estamos aplicando e principalmente nos permitem realizar uma gestão financeira mais consciente, com melhor controle de caixa e da conta da empresa”. E finaliza: “Conhecer os problemas e a experiência de empresários de outras áreas foi outro ponto positivo desse curso, porque aprendemos um pouco com cada caso”.

Escrito por sicoobcredicitrus

Deixe uma resposta