Foto-128

(Membros do Conselho de Administração da Credicitrus)

Mudança aumentará participação dos cooperados nas deliberações da Cooperativa

A prestação de contas anual da Credicitrus aos seus associados terá um novo formato a partir de agora. Antes da Assembleia Geral Ordinária (AGO), serão realizadas pré-assembleias regionais, nas quais os cooperados de cada região deliberarão sobre as contas do exercício e elegerão delegados para representá-los na AGO.  Esse avanço foi aprovado por unanimidade em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) realizada em Bebedouro, SP, no dia 30 de outubro, com a presença de mais de 300 cooperados, de todos os municípios nos quais a Credicitrus está presente, além dos membros do Conselho de Administração, do Conselho Fiscal, da Coordenadora do Comitê de Auditoria e da Diretoria Executiva da Cooperativa.

Foto-140-CORTADA

(Membros da Diretoria Executiva da Credicitrus)

Dois outros pontos foram aprovados na AGE: e elevação do percentual destinado ao Fundo de Reserva, medida que amplia a segurança do capital dos associados; e a criação de uma pessoa jurídica sem fins lucrativos, que visa a ampliar o apoio a ações sociais, educacionais, culturais e ambientais nas comunidades onde a Cooperativa está presente e hoje são realizadas com recursos do seu Fundo de Investimento Social (FIS). Esta última medida, agora encaminhada à apreciação do Banco Central, deve resultar na criação do Instituto Credicitrus, que deve fortalecer a presença da Cooperativa no terceiro setor por meio da Ação Social Cooperada Credicitrus Coopercitrus.

Foto-047

(Membros do Conselho de Administração da Credicitrus)

O presidente do Conselho de Administração da Credicitrus, Marcos Lourenço Santin, justificou as mudanças: “São respostas à veloz transformação e às exigências do cenário em que atuamos, que requer atenção quanto às incertezas político-econômicas e à evolução digital acelerada”. Complementou: “Além de preservar os valores que trouxeram a Credicitrus à posição que hoje ocupa, estamos investindo em recursos que permitam que cada cooperado se comunique, receba informações e realize as mais variadas operações com rapidez, segurança e os mais baixos custos possíveis”.

Apoio ao agronegócio

Ao final da AGE, Marcos Santin reafirmou que o agronegócio faz parte do DNA da Credicitrus: “Sempre foi e continuará sendo uma prioridade em nossa estratégia, porque é o principal responsável pelo desenvolvimento econômico brasileiro”. E finalizou: “Nosso planejamento estratégico para os próximos três anos está sendo finalizado, e nele um ponto está claramente definido: o agronegócio continuará no foco absoluto de nossas atenções, recebendo o mesmo atendimento prioritário que recebeu até hoje”.

Escrito por sicoobcredicitrus

Deixe uma resposta