O advogado Paulo Roberto Joaquim dos Reis faz parte do pequeno grupo que, acreditando nas potencialidades do cooperativismo financeiro, associou-se à Credicitrus em seus primeiros anos de atividades. Filiou-se em abril de 1988, com matrícula número 339, quando o quadro associativo da Cooperativa era formado apenas por produtores rurais. À época, já era cooperado da Coopercitrus, pois mantinha, em paralelo, atividades agropecuárias. Depois, foi membro dos Conselhos de Administração das duas cooperativas.

reis-advogados-78

(André Luiz Perrone dos Reis, Paulo Roberto Joaquim dos Reis, Maria Elisa Perrone dos Reis e Luiz Felipe Perrone dos Reis)

“Foi um privilégio ter participado dessa fase inicial”, declara. E relembra que todos os membros de sua família são cooperados: sua esposa, Maria Carmelita Perrone dos Reis, seus filhos André Luiz, médico veterinário e membro do Conselho de Administração da Coopercitrus, Maria Elisa e Luiz Felipe, advogados e seus sócios, assim como suas noras. Enfatiza: “A Credicitrus atende muito bem a todos nós, tanto que concentramos nossas finanças pessoais na Cooperativa. Além disso, devemos muito do crescimento de nosso escritório ao apoio da Credicitrus, que continua a dar-nos um suporte muito importante, sem o qual teríamos dificuldade para conduzir os milhares de processos que estão sob nossa responsabilidade”.

Hoje, com mais de 500 funcionários e seis unidades (sede em Bebedouro e filiais nos municípios paulistas de Campinas, Ribeirão Preto e São Paulo, no Rio de Janeiro e em Frutal, MG), o escritório Reis Advogados é um dos mais conceituados do País na área de Direito Bancário. Adicionalmente, nos últimos anos passou a atuar nos ramos de Seguros, Previdência, Energia, Consumidor, Cooperativas e Agronegócio.

“Primeira conta”

O advogado Luiz Felipe Perrone dos Reis, que responde pela gerência executiva do escritório, também tece elogios à Credicitrus: “É uma grande satisfação termos essa parceria com a Cooperativa, onde tive a minha primeira conta corrente e que continua sendo a principal instituição para minhas movimentações pessoais”. Ele declara que, desde cedo, aprendeu a admirar o cooperativismo: “Quando concluí minha graduação em Direito, na UNAERP, em Ribeirão Preto, minha dissertação de conclusão de curso versou justamente sobre a incidência tributária em cooperativas, tema para o qual tive o apoio do então controller da Coopercitrus, Nehemias Alves de Lima, já falecido”. E completa: “Sinto orgulho de ser cooperado da Credicitrus, particularmente por testemunhar sua crescente profissionalização e a qualidade dos diretores contratados nos últimos anos. A Cooperativa trabalha para beneficiar o cooperado, mas mantendo foco em resultados. Essa é uma visão moderna, que coincide com a nossa forma de ver os negócios”.

Escrito por sicoobcredicitrus

1 comentário

  1. Parabéns!!!

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *