A Credicitrus lançou em 2017 uma das iniciativas de maior repercussão junto aos seus associados que dirigem negócios próprios: o programa “1.000 Cooperados Empreendedores”, que, até o final do primeiro semestre deste ano, beneficiou 450 dirigentes de pequenas e médias empresas e beneficiará mais 250 até novembro.

IMG_5345

O êxito do programa se deve ao seu formato inédito. Em vez de oferecer simples palestras, como se faz tradicionalmente, a Cooperativa firmou parceria com o Sebrae/SP, que elaborou um conteúdo específico para as necessidades dos pequenos e médios empresários. Estes assistem a aulas teóricas, participam de oficinas práticas e ainda recebem consultoria individual por parte dos instrutores dessa instituição.

Cada curso tem 80 horas de duração, abordando temas cruciais para a boa gestão das organizações participantes nas áreas financeira, de recursos humanos e de marketing e vendas. Para melhor aproveitamento, cada turma é formada por apenas 25 participantes, que ainda realizam um valioso intercâmbio de experiências entre si.

Somar - 1000 cooperados empreendedores_Leandro_Glaucia_Rafael

(Leandro Gumieri, Gláucia Oliveira Perri Santos e Rafael Matos do Carmo)

No lançamento do programa, no início de 2017, a Gerente de Relacionamento da Credicitrus, Gláucia Oliveira Perri Santos, foi enfática: “É fundamental que nossos cooperados tenham uma vida econômico-financeira saudável e equilibrada”. Salientou que cooperados fortes são essenciais para que a Cooperativa também se mantenha forte, sendo esse o objetivo maior do programa. Concluiu: “Essa, em última análise, é a essência do modelo de negócios cooperativo: a ajuda mútua”.

 “Um caso de sucesso”

No encerramento da primeira turma do programa, realizada entre 23 de março e 6 de julho de 2017, o gerente regional do Sebrae/SP, Rafael Matos do Carmo, festejou os bons resultados alcançados: “O curso representou um caso de sucesso”.

Por sua vez, o instrutor Leandro Gumieri, que deu os cursos, dirigiu as oficinas e prestou consultoria aos participantes, complementou: “É digno de nota o fato de uma cooperativa financeira preocupar-se com o nível de capacitação em gestão de seus cooperados PJ. Foi um ato pioneiro e, para o Sebrae, foi muito gratificante não só ter participado desse programa, mas principalmente ter observado a evolução dos participantes desde o diagnóstico inicial, feito por meio de uma entrevista individual, até a conclusão do curso, quatro meses depois”.

Na ocasião, os representantes do Sebrae também elogiaram o fato de que os participantes do programa eram em sua quase totalidade proprietários das empresas associadas, somado ao alto índice de frequência de todos, com praticamente 100% de presença nas aulas e nas demais atividades.

 Elogios e gratidão

Ao longo do programa, foram registrados depoimentos de cooperados participantes, sempre com um denominador comum: a gratidão pela iniciativa da Credicitrus acompanhada de elogios à profundidade do conteúdo oferecido e ao apoio complementar dado de forma individualizada a cada dirigente de organização.

cooperada bauru

(Cooperada Aline Ferrari da Costa)

Esse tipo de reação se repetiu no início de setembro, quando a cooperada Aline Ferrari da Costa, que dirige a empresa de comércio de produtos terapêuticos Costa & Ferrari, em Bauru, declarou ao final do curso: “Foi uma experiência maravilhosa. Foi como se tivéssemos feito um MBA na prática. Hoje eu consigo aproveitar em minha empresa muitas das coisas que aprendi neste curso, em especial nas áreas financeira e de vendas, inclusive para orientação de minha equipe”.

 Números e localidades

Até dezembro de 2018, o programa foi realizado em seis cidades paulistas nas quais a Credicitrus está instalada, beneficiando 250 cooperados: Bebedouro (duas turmas em 2017 e duas em 2018), Barretos (duas turmas em 2018) e ainda em Colina, Guaíra, Monte Azul Paulista e Viradouro, cada uma com uma turma em 2018.

No primeiro semestre de 2019, oito turmas participaram do programa, nos municípios de Araraquara, Bebedouro, Barretos, Bauru, Marília, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e São Paulo, todas no estado de São Paulo, com 200 participantes no total.

Neste segundo semestre, o curso alcançará mais 250 participantes em oito cidades paulistas (Barretos, Bebedouro, Botucatu, Catanduva, Mogi Mirim, Penápolis, Pirangi e Taiúva) e duas de Minas Gerais (Uberaba e Uberlândia).

 

Escrito por sicoobcredicitrus

1 comentário

  1. Muito legal!

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *