Muitas pessoas, cansadas dos altos custos e do atendimento impessoal dos bancos tradicionais, têm cada vez mais buscado alternativas para a realização de suas transações financeiras, de forma a conseguir um melhor atendimento, com serviços e custos mais atrativos e que possam trazer mais benefícios a curto e longo prazo.

Uma opção bastante interessante para quem deseja parar de se preocupar com filas enormes, taxas de juros abusivas e atendimento aquém do que merece é optar pelas cooperativas de crédito. Mas elas são, de fato, vantajosas?

Leia nosso artigo e tire suas dúvidas sobre o tema. Ao final da leitura, você terá condições de decidir se deve ou não ingressar em uma cooperativa de crédito.

O que são as cooperativas de crédito?

As cooperativas de crédito são instituições financeiras formadas por pessoas que se uniram em prol da formação de uma organização financeira, se tornando todos os componentes sócios do negócio. Assim, toda pessoa nova que adentra na cooperativa torna-se, também, uma sócia do negócio.

Como o próprio nome sugere, há um sentimento de cooperação mútua entre os participantes, visando o crescimento e fortalecimento do empreendimento, seja integrando novos sócios, seja aumentando o número dos depósitos ou créditos mantidos dentro da cooperativa.

Assim, é importante ressaltar que todos aqueles que fazem parte da cooperativa são, também, donos do negócio. Todos os associados têm poder de voto, com igual peso, participando das decisões nas assembleias.

As cooperativas de crédito, também, são instituições que não têm fins lucrativos. Assim, no final do período vigente, há a distribuição das “sobras financeiras” para cada um dos associados. É diferente, por exemplo, de um banco tradicional, no qual apenas os acionistas recebem os maiores montantes e os funcionários podem receber participação dos lucros, porém os clientes não se beneficiam dos bons resultados da empresa.

Quais os benefícios que as cooperativas de crédito podem gerar?

Fazer parte de uma cooperativa de crédito pode trazer uma série de benefícios, tais como os que apresentaremos a seguir e que podem auxiliar na sua decisão se vale a pena ou não fazer parte desse modelo de instituição financeira.

Melhores taxas de juros nas linhas de crédito

Como não há o objetivo de gerar lucro e a instituição pertence a todos os cooperados, nessas instituições os empréstimos e financiamentos são feitos com taxas de juros mais atrativas do que as praticadas pelos bancos tradicionais.

Tarifas de serviços

Outra vantagem bastante interessante para os cooperados, ainda ligada ao fato de ser uma instituição sem fins lucrativos e, também, por você fazer parte da sociedade, é que há uma economia em tarifas. Muitas não são cobradas e as que são, geralmente são mais baixas.

Pode se aplicar a reserva financeira em forma de investimentos seguros

Se você tiver uma reserva financeira ou deseje começar uma, fazer parte de uma cooperativa pode ser uma solução bastante interessante.

Nessas modalidades consegue-se rendimentos mais atrativos e com bastante segurança. Você pode investir, por exemplo, no RDC (Recibo de Depósito Cooperativo), que possui isenção de IOF para resgate após 30 dias ou na LCA (Letra de Crédito do Agronegócio), que possui isenção de IOF e Imposto de Renda para pessoas físicas.

Além disso, o Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop) garante que seus investimentos até R$ 250 mil não serão perdidos. Esse fundo tem por objetivo assegurar o pagamento dos depósitos ou créditos mantidos nas cooperativas de crédito, garantindo maior tranquilidade para o sócio.

Atendimento diferenciado ao associado

Você não é um simples cliente, você também é sócio do negócio. Com isso, há um tratamento diferenciado quando você necessita de algum atendimento presencial (diferentemente do que ocorre nos bancos tradicionais). E no digital, seu atendimento também é de excelência.

Assim, para a cooperativa de crédito, todos são iguais, ou seja, pessoa física e pessoa jurídica são atendidos com a mesma qualidade, independente de renda ou faturamento. Os produtos e serviços serão oferecidos conforme o perfil do cooperado e suas reais necessidades.

Você recebe parte dos resultados

Como falamos ao longo deste artigo, diferentemente de um banco tradicional, você não é um mero cliente — você também é dono do negócio. Com isso, anualmente, há uma assembleia na qual é decidido o que será feito com as sobras apuradas no período.

Então, vale a pena aderir a uma cooperativa de crédito?

A resposta é: sim, bastante. Diante de tudo que citamos acima, você pode perceber que as cooperativas de crédito oferecem vantagens competitivas muito fortes em comparação com as instituições financeiras tradicionais.

Além disso, como estamos falando de cuidados financeiros, é preciso saber como escolher a cooperativa de crédito certa. Pesquise aquelas que já tenham solidez e confiança no mercado, com anos de atuação e experiência. Assim, você saberá que seu dinheiro estará bem investido e seguro.

Gostou de saber se uma cooperativa vale a pena? Então, que tal conhecer a Credicitrus? Somos a maior e mais segura cooperativa de crédito do Brasil, com quase 36 anos de atuação no mercado, atendendo a todas as necessidades de nossos cooperados. Entre em contato agora mesmo e tire suas dúvidas sobre esse modelo de instituição conosco!

Escrito por sicoobcredicitrus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *