Qualidade de vida para pessoas especiais não se mede em números, mas tem valor inestimável. Esse é mais um benefício proporcionado pelo Fundo de Investimento Social (FIS) da Credicitrus, criado em 2005. Canalizando seus recursos por meio da Ação Social Cooperada, nessa década e meia de atuação, o FIS apoiou projetos de mais de 300 organizações da sociedade civil, que atendem principalmente as comunidades mais carentes de cerca de 90 municípios de São Paulo e Minas Gerais.

15474860856a659126-8ddb-460c-b95a-16ab9f94be88-1547486085

(ASSEPAE  de Araçatuba – Atendimento odontológico)

Na área de saúde e bem-estar para pessoas especiais, o apoio financeiro da Cooperativa tem gerado alguns exemplos notáveis. Em Araçatuba, SP, ajuda a melhorar o atendimento odontológico de bebês e crianças deficientes. Na APAE de Penápolis, SP, o Protocolo PediaSuit estimula o desenvolvimento das funções motoras e cognitivas de crianças com distúrbios neurológicos.

Penápolis

(APAE de Penápolis – Protocolo PediaSuit)

Salas de estimulação sensorial, como as instaladas nas APAEs dos municípios paulistas de Taiaçu e Itápolis, e de Araguari, MG, ampliam nas crianças a capacidade de compreender o espaço que as rodeia. Efeito similar é proporcionado pelo jardim sensorial da APAE de Agudos, SP.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Instituto abre novas perspectivas

O FIS foi criado em outubro de 2005 com o objetivo de atuar junto ao terceiro setor, materializando a política de responsabilidade social da Credicitrus nas comunidades em que está presente. Os recursos do fundo provêm de todos os cooperados, que lhe destinam anualmente 1% das sobras líquidas a que têm direito.

Com a experiência adquirida e amadurecida no relacionamento com organizações da sociedade civil, a Cooperativa decidiu fundar em 2019 o Instituto Credicitrus, que tem como cofundadora a Associação dos Funcionários da Credicitrus (ACCREDIT). A atuação do Instituto será mais ampla, pois terá autonomia para desenvolver projetos próprios e, além dos recursos do FIS, poderá receber doações adicionais e firmar parcerias com outras organizações públicas ou privadas, o que deve concorrer para o fortalecimento da Ação Social Cooperada.

Escrito por sicoobcredicitrus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *