A Credicitrus mantém-se à frente no mercado graças à permanente busca de aperfeiçoamentos que beneficiem seus mais de 100 mil cooperados. Foi com esse espírito que quatro gerentes da Cooperativa, liderados pelo diretor comercial, Domingos Sávio Oriente Franciulli, embarcaram na noite de 18 de outubro para a Alemanha. Lá permaneceram entre os dias 20 e 25, visitando as principais organizações cooperativas do país, dentro do Programa de Intercâmbios Confebras (Confederação Brasileira das Cooperativas de Crédito).

Participam do grupo o gerente regional de Marília, Josué Lopes Gutierrez, a gerente da Unidade de Araraquara, Karina Andriazi Cavazani, e os gerentes de negócios Marcelo Henrique Siviero (Catanduva) e Rodrigo César de Oliveira (São Carlos), que ressaltam a importância dos conhecimentos adquiridos e que conhecer novos modelos de negócios fortalece a Cooperativa:

Josué_2

(Gerente Regional de Marília, Josué Lopes Gutierrez)

“O intercambio para Alemanha, foi uma oportunidade incrível de aprimorar conhecimentos e desbravar novos mundos, novas realidades, novas concepções. Aprendemos que mesmo com taxas de juros negativas as pessoas conseguem produzir resultados positivos. É realmente fascinante conhecermos outras realidades e aplicá-las para a nossa vida e no dia-a-dia. Somos capazes de fazer toda e qualquer coisa para seguir cada vez melhor, e nós temos a convicção de que, comparando o os modelos de negócios Alemão e da nossa Cooperativa, temos o melhor modelo de negócio de todos eles”.  (Gerente Regional de Marília, Josué Lopes Gutierrez).

Karina_2

(Gerente da Unidade de Araraquara, Karina Andriazi Cavazani)

“Uma enorme alegria ter sido premiada com o Intercâmbio e Certificado da Academia ADG, na Alemanha! Foi um período de estudo sobre o cooperativismo e o atual cenário econômico, uma vez que a Alemanha trabalha com juros negativos. E, também, para analisar as diferenças comparadas ao cooperativismo no Brasil. Vivenciamos uma fantástica troca de experiência com outras cooperativas, de diversos seguimentos, participantes do mesmo treinamento e vislumbrando novo cenário econômico no Brasil, a redução dos juros. Tivemos uma rica oportunidade para absorção de conhecimento, assim, poderemos discutir estratégias para os próximos anos!!” (Gerente da Unidade de Araraquara, Karina Andriazi Cavazani).

Marcelo
(Gerente de Negócios da Unidade de Catanduva, Marcelo Henrique Siviero)

“Foi uma experiência inesquecível, onde tudo foi muito bem planejado e organizado, tivemos uma visão do futuro do cooperativismo financeiro em uma das maiores economias do mundo, fomos apresentados a cenários desafiadores em que possivelmente iremos passar, onde a grande lição é que estamos no caminho certo, inovando e fazendo sentido aos nossos cooperados” (Gerente de Negócios da Unidade de Catanduva, Marcelo Henrique Siviero).

A Alemanha é um dos mais importantes destinos no que se refere ao cooperativismo financeiro, do qual foi o berço. Hoje ocupa a quinta posição mundial no setor, com ativos de aproximadamente 900 bilhões de euros (mais de R$ 4,1 trilhões) e cerca de um terço de sua população associada a bancos cooperativos. Dentre estes, destacam-se o Volksbank e o Raiffeisenbank, de livre admissão.

Programa

O programa da viagem, bastante intenso, foi montado para proporcionar aos participantes uma visão detalhada sobre as operações e a experiência de diferentes organizações cooperativas alemãs, em várias cidades do país.

Dia 20 – em Montabaur, jantar de boas-vindas oferecido pela Academia das Cooperativas Alemãs (ADG – Akademie Deutscher Genossenschaften).

Dia 21 – ainda em Montabaur, o gerente de projetos para desenvolvimento corporativo da ADG, Dr. Stefan Daferner, discorreu, durante a manhã, sobre o setor cooperativista alemão e, à tarde, sobre os desafios estratégicos para as cooperativas do país.

Dia 22 – em Bad Kreuznach, visita pela manhã ao Volksbank Rhein-Nahe-Hunsrück; à tarde, em Koblenz, visita à Exposição Raiffeisen.

Dia 23 – em Montabaur, curso na ADG, durante todo o dia, sobre gestão estratégica: processos, ferramentas e implementação.

Dia 24 – em Bonn, pela manhã, visita à sede do Volksbank Siegburg, com apresentações sobre estrutura de uma cooperativa de crédito em área urbana, sua abordagem estratégica e seus programas de filiação; à tarde, visita ao Museu de História da Alemanha; e, no final da tarde, em Mayschoss, visita à mais antiga associação de cooperativas de viticultores do mundo.

Dia 25 – em Frankfurt, visita ao DZ Bank, com apresentação sobre seus serviços.

Escrito por sicoobcredicitrus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *