Se você é um prestador de serviços na área da saúde, deve saber que o atendimento ao paciente é o que há de mais importante para o sucesso da sua clínica.

É por meio de um atendimento atencioso e diferenciado, em que o paciente se sente especial e acolhido, que a clínica consegue fidelizar seus pacientes e garantir um bom faturamento.

Sendo assim, leia o nosso post para saber como otimizar o atendimento ao paciente e aumentar o crescimento de sua clínica. Confira!

Facilite o agendamento

Hoje em dia, praticamente todas as pessoas estão conectadas e buscam agilidade na hora de resolver as tarefas diárias. A chance de alguém esquecer ou deixar de marcar uma consulta por telefone é grande; por isso, uma clínica que oferece o agendamento facilitado, com a possibilidade de realizá-lo online, sai na frente na escolha dos pacientes.

O profissional também ganha com essa inovação, uma vez que, dessa maneira, o próprio sistema alimenta a agenda com as informações necessárias. Além da atualização automática, essa ação diminui o tempo gasto por recepcionistas com tarefas mecânicas, como o preenchimento de fichas dos pacientes.

O paciente também pode confirmar a consulta apenas enviando uma mensagem. Com isso, caso haja alguma desistência, é possível avisar outro interessado no horário por e-mail ou SMS, por exemplo, além da possibilidade de o médico adiantar alguns atendimentos.

Tenha um bom software de gestão

Um bom software de gestão é capaz de fazer milagres na administração de uma clínica, causando um impacto positivo no atendimento ao paciente.

Com a centralização das informações, tanto os médicos quanto a equipe de apoio têm acesso aos dados de maneira rápida, prática e ágil, o que inclui desde as informações pessoais até o prontuário médico, com o histórico das consultas, queixas e medicações.

Dessa maneira, não é necessário guardar diversas fichas ou fazer anotações manuais, uma vez que, com um único clique, será possível alcançar todos os dados importantes e necessários do paciente, que estarão disponíveis para todos os funcionários da clínica que tenham o acesso autorizado.

Além disso, com a eliminação das fichas, também não será mais necessário reservar um espaço para guardá-las, o que, além de garantir a área útil do consultório, também não exige que os recepcionistas percam tempo fazendo a busca de informações manualmente.

Treine os seus colaboradores

Trabalhar na área da saúde exige conhecimento para lidar com o público, que pode apresentar as mais variadas características, desde as pessoas simpáticas e sorridentes, até aqueles mais carrancudos e fechados.

Por isso, é importante ter jogo de cintura e saber conduzir a conversa de maneira cordial e empática, sem cometer grandes excessos. Logo, para manter um padrão de qualidade acima da média, a clínica deve investir no treinamento dos colaboradores para que eles proporcionem um bom atendimento ao paciente.

O ideal é que as respostas sejam rápidas e certeiras, portanto, trate de padronizar os processos internos para evitar ruídos na comunicação e consequentes erros nos atendimentos.

Também não podemos deixar de lado, a capacidade de agir sob pressão, principalmente quando acontece algum problema. Nesses casos, os colaboradores devem estar treinados para resolver os imprevistos ou, ao menos, demonstrar disposição para buscar uma alternativa boa para todos os envolvidos.

Seja pontual

Todo mundo já ouviu alguma reclamação sobre consultas atrasadas. Esse é com certeza um ponto negativo em diversas clínicas e que pode ser facilmente resolvido.

Se as pessoas procuram agilidade para marcar as consultas, com certeza não querem ficar horas na sala de espera de um consultório.

A pontualidade é um grande diferencial para quem trabalha na área da saúde e, depois de um tempo, os seus próprios pacientes já saberão que as consultas não atrasam e se esforçarão para chegar no horário agendado.

Capriche na consulta

Na sua clínica, você é o personagem principal. Logo, de nada adianta um bom espaço, ótimos funcionários e sistemas integrados, se o paciente não se sentir acolhido durante a consulta.

Portanto, além de investir na formação técnica, não deixe de investir na qualidade do seu atendimento. Aprenda como lidar com os questionamentos, dúvidas, dores e anseios dos pacientes.

Lembre-se que você é o profissional e que estudou anos para estar ali, na posição de especialista. Porém, o que parece simples e óbvio nem sempre é imediatamente compreendido por quem é leigo no assunto. Logo, cuide da linguagem e deixe seu paciente confortável para fazer as perguntas que ele achar necessárias.

Cuide do pós-atendimento

Muitos profissionais não se preocupam tanto com o pós-atendimento quanto deveriam e, assim, acabam perdendo uma ótima oportunidade de fidelizar os seus pacientes e aumentar a taxa de retorno deles.

Portanto, cuide do seu paciente também quando ele sair do consultório. A clínica pode contar com uma newsletter e enviar mensalmente notícias ligadas a saúde, além do possível envio de mensagens rotineiras lembrando da necessidade do retorno, por exemplo.

Também peça para que eles preencham pesquisas de satisfação, com elogios, sugestões e reclamações. Essa é uma ótima maneira de conhecer as necessidades de seus pacientes e ajustar as práticas internas para prestar um serviço cada vez melhor.

Logo, se você procura melhorar o atendimento ao paciente na sua clínica, não deixe de se informar e pesquisar as melhores práticas do mercado, bem como as novidades em termos de gestão. O blog da Credicitrus é uma ótima fonte de informações a respeito do assunto, sempre com temas atualizados e pertinentes.

E, se você não quiser perder nenhum texto sobre empreendedorismo na área da saúde, não deixe de assinar a nossa newsletter e se manter informado.

Escrito por sicoobcredicitrus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *