Em novembro, o Banco Central publicou a resolução que determina que, a partir de janeiro de 2020, a taxa de juros do cheque especial não poderá ser maior do que 8% ao mês. De acordo com a mesma resolução, por outro lado, as instituições financeiras poderão cobrar uma tarifa de até 0,25% a.m. para limites superiores a R$ 500.

Porém, mantendo o conceito de atender as necessidades financeiras dos associados com muito mais economia e vantagens, a Credicitrus tomou a decisão de não cobrar essa tarifa dos cooperados.

Este é mais um benefício do modelo de negócios cooperativista, que sempre coloca os interesses do cooperado em 1º lugar.

Escrito por sicoobcredicitrus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *