A presença feminina vem se destacando em todas as áreas da Credicitrus, a começar pelos órgãos de governança, com quatro representantes: Maria Tereza de Souza Lima Uchôa, vice-presidente do Conselho de Administração e presidente do Instituto Credicitrus; Maria Madalena Fernandes Rocha, coordenadora do Comitê de Auditoria; Denise Tereza de Almeida, diretora de Compliance, Riscos e Governança; e Maria Áurea Trindade Lopes Poleselli, membro do Conselho de Administração.

A Cooperativa ainda tem 42 mulheres ocupando cargos de liderança e, no conjunto de seu quadro funcional, há 594 mulheres entre os 1.092 colaboradores, correspondendo a 54,4% do total. Essa participação tem evoluído: até 2019, o número de homens era superior (464 contra 452) e, em 2020, houve empate (453 a 453).

Maria Madalena, que foi a primeira funcionária contratada pela Cooperativa na função de Contadora e depois ocupou o cargo de gerente administrativa e integrou o Conselho de Administração e a diretoria administrativa, comentou: “Pessoalmente, acredito que devemos homenagear, em primeiro lugar, as três mulheres que fizeram parte do grupo de 24 produtores rurais que fundaram nossa cooperativa em 14 de setembro de 1983. São elas: Ottilia Patrício Arroyo (falecida), Wanda Arroyo Lima, ambas de Monte Azul Paulista, e Júlia Pinto Uchôa Stamato, de Bebedouro. Assim, o toque feminino está presente em nossa Cooperativa desde seu nascimento. E hoje esse toque ganhou representação e nós, mulheres, passamos a ter expressão, na Credicitrus”.

Madalena acrescentou e finalizou: “Não se trata de uma competição, pois cada pessoa, independentemente de gênero, tem seu mérito. O que observamos é reflexo da realidade. As mulheres vêm conquistando posições na sociedade porque têm buscado essa evolução. Prova disso é que, em grande parte dos cursos superiores, a parcela feminina é maior e aumenta a cada ano. Portanto, é de se esperar que haja cada vez mais mulheres em cargos de alta responsabilidade no mercado, colocando não só seu conhecimento, mas em especial sua sensibilidade, a serviço do desenvolvimento de nossa sociedade”.

Ouça o episódio especial para o mês das mulheres:

Escrito por alsouzacredicitruscombr

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.