As vantagens de ser cooperado de uma cooperativa financeira como a Credicitrus são muitas e em vários níveis, indo muito além das condições diferenciadas usufruídas nas operações de crédito, que são apenas a porção visível de um conjunto de benefícios muito mais amplo como:

Copropriedade

Ao ingressar na Credicitrus, o cooperado adquire uma certa quantidade de cotas de capital (a partir de um mínimo obrigatório). Ao fazê-lo, torna-se coproprietário da Cooperativa. Isso lhe dá direito de aproveitar as vantagens dos produtos e serviços que oferece. Por outro lado, essa condição também requer que assuma responsabilidades, principalmente, sendo fiel à organização (nela concentrando suas finanças) e participando das assembleias em que suas políticas e seus planos são definidos.

Reserva financeira

O capital social do cooperado, além de contribuir diretamente para o patrimônio da Cooperativa, dando a esta condição de operar e oferecer produtos e serviços de forma mais vantajosa do que o sistema financeiro tradicional, é também uma reserva financeira pertencente ao cooperado, que poderá ser resgatada no futuro, funcionando como uma espécie de fundo de previdência, conforme previsto no Programa Viva Bem Plus da Credicitrus.

Economia em juros

As taxas cobradas nas operações de crédito e financiamentos são, em média, inferiores às praticadas no mercado.

Economia em tarifas

A Credicitrus não aplica tarifas sobre a maioria das operações e movimentações realizadas pelos cooperados.

Participação nos resultados

Ao final de cada exercício, o cooperado participa da distribuição das sobras, proporcionalmente ao seu capital social e às operações realizadas no ano. 

Desenvolvimento das comunidades

As economias em juros e tarifas, somadas à distribuição anual das sobras, compõem o Resultado Social Econômico, um indicador único do modelo cooperativo. Corresponde ao valor que permanece nas próprias comunidades, em poder dos cooperados, sendo aplicado em consumo, investimentos e outros gastos, beneficiando os negócios locais. Isso faz do cooperativismo um agente de desenvolvimento econômico e social. 

Responsabilidade social

Uma pequena parcela das sobras anuais é destinada ao Instituto Credicitrus, por meio do Fundo de Investimento Social (FIS) e, parcialmente, do Fundo de Assistência Técnica Educacional e Social (FATES). O Instituto, fundado em 2019, é uma organização com personalidade jurídica que dá continuidade ao trabalho iniciado pela Cooperativa em 2005, com a Ação Social Cooperada. Esta, em 15 anos de atuação, investiu quase R$ 20 milhões em projetos de mais de 300 organizações da sociedade civil de, aproximadamente, 90 municípios de São Paulo e Minas Gerais. Em apenas um ano de atividade, mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia da COVID-19, o Instituto já tem uma extensa lista de serviços prestados à sociedade e aos cooperados. Isso significa que toda vez que o cooperado faz uma movimentação ou realiza um negócio na Cooperativa, contribui para que o Instituto cumpra seu propósito de “Construir oportunidades, transformar vidas”.

Escrito por sicoobcredicitrus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *